O que é Família Vicentina?

Todos os grupos que seguem a espiritualidade e o carisma vicentino: SERVIR E EVANGELIZAR OS POBRES

Apresentação Geral PAC Nordeste 2018

Clique para ver mais

“Sempre alegre e sensível, de ideias brilhantes, profundo em seus pensamentos, entusiasta na missão, de bom humor na vida comunitária. Modesto no vestir e cuidadoso com a Liturgia...”

Pe. Fantico tinha 49 anos. Era da província de Fortaleza e estava em missão na ilha de Cuba, há apenas 3 meses. Como disseram os padres cubanos, nesta linda, simples homenagem: “Hoy la Congregación de la Misión vuelve a vestirse de luto ante el inesperado fallecimiento del Padre Fantico Nonato Silva Borges, CM. La muerte nos sorprende con la partida repentina de este misionero brasileño... Padre Fantico llegó a nuestro país como misionero... Se le había encomendado la tarea de la Formación y la Promoción Vocacional. Siempre alegre y sencillo, brillante en sus ideas, agudo en sus pensamientos, estusiasta en la misión y de buen humor en la vida comunitaria... Modesto en el vestir y cuidadoso de la Liturgia... Desde muy temprano se le veía preocupado y ocupado en afianzar las bases para una buena formación de misioneros en Cuba. Nos duele mucho tu partida, Padre Fantico. Nos pesa el que te hayas ido sin entregar de ti todo lo que soñabas para nuestra Cuba. Pero sabemos que en la Patria del Cielo te recibe nuestro Padre en compañía de los ángeles y las buenas obras que nunca has dejado de practicar. Descansa en Paz. Amén”.

23.08.1617 - 23.08.2018

401 Anos!

Parabéns, AIC!

Parabéns aos Ramos de Carisma Vicentino!

Reuniāo da Comissāo de Colaboração da Família Vicentina - VFCC, em Rijeka, Croácia, de 18 a 22 de julho.

A segunda reuniāo da Comissão de Colaboração da Família Vicentina - VFCC, foi no convento das Filhas da Caridade de Sāo Vicente de Paulo de Zagreb, em Rijeka, Croácia, de 18 a 22 de julho e reuniu 11 membros.

Confiram algumas fotos do grupo em visita a locais cidade.

30 de julho – Dia Mundial do Tráfico de Pessoas

Dia 30 de julho de 2018, unimos as mãos e os corações na luta contra o tráfico de pessoas. Todos nós podemos ser “Defensores de Vidas”!

“O tráfico humano é a escravidão dos tempos modernos”; considerando que nem toda escravidão é tráfico humano, mas que todo tráfico humano está diretamente ligado à escravidão.

No ano de 2015, o Papa Francisco fez uma declaração suplicando que todas as pessoas do mundo se unissem contra esse desafio: combater o tráfico de pessoas! Já existe uma lei nacional e internacional que atenua o problema, mas ele ainda atinge milhares de pessoas.

Em sintonia com o clamor do Papa, a Família Vicentina latino-americana, por ocasião do 8º Encontro da FAVILA realizado em Cochabamba/Bolívia, em março de 2018, que teve como tema central: “Família Vicentina respondamos com Deus ao clamor da Vida”, nós assumimos como um dos compromissos ser ‘Família Vicentina samaritana, profética em favor da Vida’. Recentemente, o Padre Tomaž Mavrič, CM – Superior Geral da Congregação da Missão – gravou uma mensagem motivando a cada um de nós, membros da Família Vicentina, a lutar contra o tráfico de pessoas: ‘campanha 20.000 corações contra o tráfico humano’!

Vários países têm buscado formas de incluir a sociedade civil nesta causa. Um dos meios de denúncia no Brasil é discando 100 – que contacta os Direitos Humanos e serve tanto para esse crime como para os outros que atingem o direito à vida.

Unidos espalhar o coração azul nas redes sociais e abraçar também pessoalmente a campanha! #Defensoresdevidas

Queridas amigas (os)
Graça e Paz!

Sempre que recebemos uma carta nos alegramos, e imediatamente queremos mostrar para as outras pessoas as novidades contidas na mesma, pois considerando que os amigos irmãos, que professam a mesma fé, e mesmo Carisma, partilham todas as novidades contidas nas informações que sempre recebem. Assim sendo, meus irmãos e irmãs, envio-lhes este apelo que a AIC Internacional nos faz, para conhecer uma das pobrezas atuais que ferem a dignidade do ser humano, que vai na contramão dos ensinamentos de Jesus Cristo e seu seguidor: Vicente de Paulo.

Rumo aos 500 anos nos defrontamos com pobrezas tão diversas que nos parecem inimagináveis. Que fazer? Onde buscar as respostas? É fácil...! a resposta encontra-se dentro de nós! Somente na ação conjunta, unindo esforços e buscando na oração, a coragem para não desanimar, daremos respostas concretas às terríveis situações presentes e futuras dos pobres.

Há um apelo também à toda a Família Vicentina para participar de um festival de cinema, onde sua opinião e mensagem serão muito importantes.. Na carta acima, encontrarão todas as informações e a data de encerramento para entrega do trabalho dos participantes.

Na esperança de revê-las brevemente , deixo meu carinhoso e fraterno abraço.

Marleide Fernandes
Presidente Nacional da AIC

Elementos Comuns Entre os Ramos:

Reconhecem São Vicente de Paulo como fundador ou inspirador.
Possuem uma mesma missão: Servir e Evangelizar os Pobres.
Possuem, de alguma maneira, um estilo de servir ao Pobre.
Todos comungam uma mesma espiritualidade, uma espiritualidade de encarnação: Deus encarnado no Pobre.
Compartilham um caráter secular (leigo) - o Carisma nasce com a AIC -Associação Internacional de Caridades.

Princípio Básico da Família Vicentina


A proposta de organização da Família Vicentina se apoia na convicção de nossa responsabilidade missionária a serviço do Reino, na força profética e dinamizadora do Carisma Vicentino.

Objetivos:

Intensificar os laços de fraternidade e conhecimento entre os vários grupos;
Aprofundar o Carisma Vicentino à luz dos apelos de hoje;
Desenvolver formas de colaboração na formação dos membros dos diversos grupos;
Empreender Projetos de serviço aos Pobres, em conformidade com os seus novos e atuais clamores.

Carisma Vicentino


É um estilo de vida cristã na Igreja e no mundo. É uma maneira de ser. O Carisma Vicentino é um dom que dá forma e marca ao estilo de vida, às relações, às ações de quem recebe esse Carisma. É uma força que recebemos para viver a nossa vocação de batizados no mundo com um estilo bem definido.

Diversidade


A Família Vicentina é chamada à unidade na diversidade. Não falamos de unidade como uniformidade. Falamos de unidade a partir das realidades que nos são comuns e realidade que nos fazem diferentes. Temos uma riqueza em comum. Somos uma grande força no mundo a partir de nossa diversidade. A Família Vicentina pretende favorecer o conhecimento mútuo, ajuda mútua e a colaboração. Existem aproximadamente 23 grupos no Brasil e mais de 160 grupos da FAMVIN no mundo.